Casa Claudia

Tire suas dúvidas sobre TVs de plasma, LCD e tubo

Depois da publicação da reportagem Qual a melhor TV para você?, na edição de março, convidamos os leitores e enviarem suas dúvidas sobre equipamentos de plasma, LCD e tubo. Condensamos as perguntas recebidas nas nove questões abaixo, respondidas com a consultoria técnica de Josias Cordeiro Jr., do Josias Studio, tel. (11) 3088-9400, São Paulo.

1. O que é exatamente TV de plasma? O que é LCD? É verdade que as duas estragam com o tempo?
Ambas são tecnologias que permitem a fabricação de telas bem finas, com cerca de 10 cm de profundidade. Como todas as telas coloridas, as imagens são formadas por pequenos pontos chamados de pixels. Cada pixel emite luz vermelha, verde e azul em diferentes proporções, criando milhões de cores. Nas telas de plasma, células preenchidas com gás emitem muita luz e produzem imagens com muito brilho. Porém as cores escuras ficam mais apagadas. Nas telas de LCD, partículas de cristal líquido filtram a luz vinda de uma lâmpada na parte posterior do aparelho e mudam a cor dessa luz: o resultado são imagens com muita fidelidade de cor. Como todo aparelho eletrônico, essas novas telas têm uma vida útil limitada, embora bastante extensa. Os aparelhos de plasma têm vida útil média de 30 mil horas - ou mais de 13 anos funcionando 4 horas por dia. Já os LCDs duram cerca de 60 mil horas.

2. O tamanho da tela influencia na resolução da imagem?
Não. As mais variadas resoluções de imagem estão disponíveis no mercado - 800 x 600, 1024 x 768, 1280 x 720, 1366 x 768 e 1920 x 1080 pixels são algumas das opções. Mas os números, que representam a quantidade de pixels nas linhas horizontais e verticais, não têm qualquer relação com o tamanho da tela. Um aparelho de 42" com 800 x 600 pixels tem uma resolução inferior a um de 20" com 1366 x 768, por exemplo, já que mais pontos na tela possibilitam mais detalhes na imagem. Duas telas com a mesma resolução e tamanhos diferentes permitem imagens igualmente detalhadas: a diferença é que os pixels da tela maior cresceram na mesma proporção. Como a resolução máxima dos DVDs atuais é 720 x 480, qualquer diferença só será perceptível se for conectada à tela uma fonte de imagens em alta resolução.

3. A TV de plasma e LCD necessitam de um decodificador para ver TV aberta ou para ver TV a cabo?
Depende do modelo. Alguns modelos, os chamados monitores, não são equipados para receber sinais de TV aberta e precisam de um sintonizador, embora captem sem problemas a imagem da TV a cabo. A maioria das telas planas disponíveis atualmente no Brasil já vem com um sintonizador embutido e dispensam o acessório. Aparelhos importados precisam de um conversor para o Pal-M, o sistema de transmissão aberta usado no Brasil. Pergunte ao vendedor as características de cada modelo e sobre a necessidade de conversores antes de comprar.

4. É vantagem comprar uma TV de plasma ou LCD para assistir canais abertos?
As únicas vantagens que você teria em relação aos modelos de tubo ao comprar um aparelho de LCD ou plasma seria a beleza do aparelho e a economia de espaço. A resolução superior dos plasmas e LCDs não vai proporcionar nenhuma diferença na imagem, já que a qualidade do sinal é inferior à capacidade do aparelho. Além disso, os defeitos das transmissões, como fantasmas e chuviscos, aparecem e incomodam mais nas telas maiores - problema que pode ser resolvido assistindo aos canais abertos através da TV a cabo, que tem o sinal limpo. Por isso, vale a pena apostar na tendência de queda dos preços dessas telas e aguardar a chegada da televisão digital ao país, com suas imagens de alta qualidade.

5. Ainda vale a pena comprar um modelo de tubo com resolução normal? Terei problemas no futuro quando a TV digital entrar em funcionamento?
A chegada das telas LCD e de plasma ao mercado provocaram a queda dos preços dos televisores de tubo com tela plana. E como eles ainda proporcionam a melhor imagem, é um bom momento para comprá-los. É preciso ter em mente, no entanto, que a tecnologia está estagnada e que ela não é capaz de mostrar todos os detalhes das imagens em alta definição. Quando a TV digital entrar em funcionamento, será preciso comprar um sintonizador, que proporcionará imagens com qualidade próxima à dos DVDs atuais. Outra coisa importante é o formato da imagem: as novas transmissões serão no formato 16:9 e aparecerão com faixas em torno da imagem em telas no formato padrão (4:3).

6. As TVs de plasma e LCD que existem atualmente no mercado são equipadas para alta definição? Existem dois fatores que determinam se um aparelho está equipado para exibir sinais em alta definição. Para ser considerada um equipamento HDTV, sua tela deve ser capaz de mostrar 1280 x 720 pixels com progressive scan ou 1920 x 1080 no modo normal e ter a proporção 16:9 - características presentes em quase todos os aparelhos de plasma e LCD no mercado. Além disso, a TV deve ser capaz de receber sinais de TV digital no padrão usado no país. A maior parte dos televisores HDTV vendidos no Brasil são equipados com o padrão americano. Se o sistema escolhido for o europeu ou o japonês, esses aparelhos precisarão de um conversor para captar os sinais da TV digital brasileira.

7. Tenho uma TV de alta definição com o decodificador embutido. Eu poderei usá-la para assistir canais brasileiros em alta definição? Que adaptações serão necessárias?
Seu aparelho só captará os sinais digitais se o seu padrão for o mesmo escolhido para a televisão digital brasileira. Caso contrário, será necessário comprar um adaptador que sintonize as transmissões e as envie para a tela. Existem adaptadores digitais, com saída DVI, que mantêm a qualidade da imagem original. Seu preço, no entanto, é superior ao dos adaptadores para televisores comuns. Vale lembrar que muitos aparelhos com telas de alta definição não têm sintonizadores para sinais de nenhum padrão e será preciso comprá-los separadamente.

8. Vale a pena comprar um projetor em vez de uma TV grande? A imagem tem qualidade?
Um projetor propicia imagens maiores que as das TVs por um preço menor, mas nem todos têm a qualidade necessária para exibir filmes com conforto para o espectador. A maioria dos modelos de baixo custo são destinados a apresentações utilizando o computador e não têm o contraste ideal para imagens em movimento. Mesmo assim, se você procurar um telão com qualidade para assistir filmes, ele sairá mais em conta do que uma TV de tela grande: enquanto um plasma de 80" custa em torno de 300 mil reais, um projetor capaz de criar a mesma imagem sai por cerca de 10 mil reais. Aparelhos destinados a home-theaters podem ser conectados a conversores para TV digital e alguns já vêm com essa capacidade de fábrica.

9. O que é HDMI?
HDMI é um padrão de conexão entre aparelhos de áudio e vídeo com suporte para alta definição. Conexões HDMI utilizam um único cabo e transmitem o sinal digitalmente, sem a perda de qualidade provocada pela transformação em analógico. Por isso o padrão possibilita oito canais de som e imagens de até 1920 x 1080 pixels com progressive scan - a mais alta disponível comercialmente. O HDMI é compatível com o padrão DVI, mais difundido atualmente: isso significa que TVs equipadas com DVI reproduzem imagens de aparelhos com saídas HDMI e vice-versa. Comprar uma TV com HDMI é um investimento para o futuro, garantindo que a tela aproveite ao máximo a capacidade de DVDs, computadores e videogames de alta definição que estão chegando ao mercado.



Reportagem Rodolfo S. Filho

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Arduíno no ensino de física - João Cláudio Nunes Cavalho - Ifce

DICAS PARA ENEM - João Cláudio Nunes Carvalho

DICAS PARA ENEM - Parte 3